Como fazer a melhor escolha para a Criação do seu Site?

Como fazer a melhor escolha para a Criação do seu Site?

No mundo do online chegámos a um ponto que a saturação se confunde com um carrinho de supermercado: levamos 20 coisas quando afinal precisávamos de 10.

As tendências de Marketing Digital estão em constante mutação e a oferta e a procura no online tornaram-se tão massivas em certas áreas que os próprios sites e a sua criação chegam a ser o produto de maior excedente em oferta que existe a nível da presença empresarial na internet.

A verdade é que hoje em dia todos são criadores de sites, mas nem todos têm capacidade para mantê-los. Assim como, devido à  conjuntura atual cada vez mais aparecem pessoas a pesquisar como fazer sites para tentar criá-los sozinhos.

Se resumirmos bem a situação teremos que basear a nossa  escolha em diversos tipos pessoas que criam sites e diferentes tipos de sites a criar.

construção de sites

3 tipos de ‘Criadores de Sites’

  • Site Builders – Numa construção de uma casa ou empreendimento precisamos do arquiteto, do engenheiro, do empreiteiro e claro, dos obreiros. Num site, consoante o que se deseja, a diferença não é muita. Há que saber desenhar o site, para o que existe o webdesigner, há que tratar da parte técnica, de desenvolvimento e alojamento, o webdeveloper, e há o que trata do conteúdo, o web copywriter. Mas nos dias de hoje online, temos o ‘faz tudo’. Problema: e depois do edíficio construído quem é que trata do condomínio?

  • DYI (Do It Yourself) –  como o próprio nome indica, é o mundo dos ‘faça você mesmo’. Aqui, muitas vezes para evitar investimento, o próprio dono do negócio tenta aprender a construir o seu site e lançar-se numa aventura a solo. O que nem sempre é errado. Numa 1ª instância o ‘faça você mesmo’ ensina a perceber o papel das várias  peças do puzzle, como o alojamento, o design ou a importância do conteúdo e dos motores de busca. O problema é dar continuidade, devido ao consumo de tempo que exige para permitir melhorar como alguém do ramo saberia.

  • Site Keepers – Os Site Keepers são a equipa maravilha que muitas vezes não precisa de ser mais que um ‘well-rounded marketeer’. Estes, não só conhecem as melhores plataformas de alojamento, os domínios confiáveis, chamados de top level domains, os melhores CMS’s ( Content Management Systems) onde se gere os conteúdos do site, como percebem de usabilidade e design web, assim como têm conhecimentos sólidos de SEO, ou Search Engine Optimization, que permite aumentar a relevância dos sites para os motores de busca como o Google. Ou seja,  os Site-Keepers vão desde a criação do site à sua manutenção e monitorização. Estão atualizados sobre as últimas mudanças no mundo online e fazem monitorização de resultados para garantir sempre o bom posicionamento do site!

criaçao de sites_sitekeepers

Que site quer criar?

Quando falamos em criação de sites podemos pensar em diversos tipos:

  • Personal Website – Cada vez mais os sites pessoais são  ‘CV’s Online’, onde muitos indivíduos já espelham a sua identidade profissional como forma de Marketing Pessoal, ou mesmo para divulgar serviços de consultoria.

  • Sites Comunitários – Comunidades de diversos setores, que servem sobretudo como fóruns de discussão sobre temáticas desse mesmo setor. Muito utilizados para conseguir descobrir respostas a questões de pessoas com experiências semelhantes, como por exemplo sites comunitários para quem vai casar.

  • Portais, Diretórios e Agregadores – são os sites que agregam informação sobre vários setores ou temáticas de interesse. Como por exemplo: O Diretório de Empresas Online das Páginas Amarelas.

  • Blogs – os blogs foram os primeiros ‘sites’ que se aproximaram da social media, uma vez que visam conteúdo mais dinâmico e atualizado. São pensados para diversas utilidades, desde artigos relacionados com setores específicos, a artigos sobre marketing online para empresas, como aquele que estão a ler neste momento, ou mesmo para hobbies de utilidade para outros consumidores, como blogs de receitas ou novelas. Hoje em dia existe quase como profissão não oficial, o ‘professional blogger’ que vive apenas de blogs que ganharam nome no mercado.

  • Sites de Empresas e Negócios – Seja em formato mais comercial, como sites de e-commerce, ou sites mais institucionais, os sites de empresas são sites com um look&feel mais profissional, devido exatamente à identidade e imagem de marca que veiculam. Nestes sites disponibilizam-se dados das empresas em questão, serviços e produtos.

Depois de considerados os tipos de Criadores de Sites e tipos de Site, o exercício correcto seguinte é encaixar as peças. Mas um encaixe que,muitas vezes  pode passar despercebido e menos lógico é na realidade o mais impactante no que toca a retorno online, se estivermos a pensar num negócio online que pretenda angariar clientes:

criar sites profissionais_sitekeepers

Para a maior parte das pequenas e médias empresas, uma solução DYI ou de Site Builders parece de longe a mais poupada, mas pode sair mais dispendiosa do que o previsto. E não, a premissa ‘tempo é dinheiro’ não passou de moda, se qualquer outra coisa, está mais atual que nunca.

No contexto atual, a escolha de fazer o próprio site ou de recorrer ao ‘amigo que até percebe disso’ pode sair mais caro a longo prazo. Porquê?

  1. Gastos desnecessários em alojamento não apropriado

  2. Gastos desnecessários em bancos de imagens

  3. Falta de disponibilidade diária para fazer a monitorização posterior do site

  4. Consequente falta de atualizações de SEO e Copywriting que prejudicam o posicionamento futuro do Site

  5. Perda de tráfego e visitas ao site e consequente perda de potenciais clientes

  6. Site desatualizado e pouco valorizado pelo Google

Uma pequena empresa, hoje em dia já tem opções viáveis de serviços de Construção e Manutenção de Sites Otimizados que incluem domínio próprio, alojamento, conteúdos personalizados e atualizações e acompanhamento de resultados.

A situação é que muitas vezes o foco não está na solução, mas no problema, e tanto um como o outro são uma questão de perspetiva: uns veem o copo meio vazio, outros meio cheio.

Um investimento de menos de 2€/dia no Site da sua empresa parece-lhe baixo ou alto?

A empresa com a perspetiva de investimento positivo vai poupar noutros  gastos irrisórios para reinvestir exatamente o mesmo valor por dia num site profissional para aumentar o sucesso do seu negócio online.

A questão é: que tipo de empresa é a sua?

Se não tiver dúvidas e realmente quiser investir num Site que pode proporcionar mais retorno e clientes para o seu negócio invista num Site Keeper e num Site de Empresa Profissional. Pode começar já e aqui:

criação de sites paginasamarelas

 

Leave a Reply