Category Archives: SEA

Regresso às Aulas 2015: Oportunidades de vendas para empresas

Regresso às Aulas: Guia de Oportunidades para as empresas!

O Regresso às Aulas chega ao setor empresarial, quando  percebemos que ‘aprender ‘ passa por saber que o início do novo ano letivo escolar cria oportunidades de vendas online para muitas empresas.

Imediatamente depois das férias, ou até em simultâneo, os pais começam a preparar a lista de compras necessárias para que não falte nada no regresso à escola dos seus filhos. E até mesmo estes aproveitam os saldos de verão para começar a pensar no novo guarda roupa para entrar em grande estilo no novo ano.

Assim como, nas Férias de verão, se reconheceram diversas oportunidades para empresas no setor de Turismo, no Regresso às Aulas não é diferente: quem tem negócios relacionados com este setor, pode verificar um grande crescimento no seu volume de vendas nesta altura.

 

Como perceber se devo destacar a minha empresa no Regresso  às Aulas?

Existem 2  questões que se devem perguntar:

  1. As pessoas estão à procura dos meus produtos ou categoria de produtos/serviços?
  2. Qual a real intenção de compra e quando é que ela acontece?

#1 – Tendências de Pesquisa

Antes dos consumidores comprarem eles pesquisam e comparam serviços, por isso é importante dar-se a conhecer neste momento crucial em que pode ficar no ‘Share-of-mind’ dos potenciais clientes, ou seja, em que deve ser lembrado.

No ano passado verificou-se um aumento de interesse de 14% em pesquisas relacionadas com o regresso às aulas, em agosto. Dentro desta tendência mais genérica, existem pesquisas específicas relacionadas com o início da escola, que podem representar inúmeras oportunidades de venda em diversos setores.

Tipos de Empresas que se devem destacar na época de regresso às aulas:

  • Papelarias
  • Supermercados
  • Livrarias
  • Lojas de tecnologias e informática
  • Lojas de telecomunicações
  • Escolas, Colégios e Universidades
  • Centros de Explicação
  • Setor Imobiliário

Tipo de pesquisas efetuadas nos motores de busca:

  1. Material Escolar: livros escolares, mochilas, cadernos, manuais escolares
  2. Alojamento: quartos para alugar, apartamentos
  3. Comunidade e instituição escolar: universidades, estudantes, professores, explicação, matrículas

Top  8 Localizações onde as pessoas mais pesquisam:

Sobretudo nos grandes polos urbanos e nos polos universitários, tais como:

  1. Porto
  2. Lisboa
  3. Braga
  4. Aveiro
  5. Leiria
  6. Coimbra
  7. Faro
  8. Setúbal

#2 – Intenção de Compra

As pessoas cada vez mais avaliam as suas decisões de compra no momento que estão prestes a fazê-las, por isso é importante as empresas perceberem o processo de compra online, para estarem no momento certo, à hora certa, com o produto certo. Veja aqui os pontos essenciais a reter para conseguir um aumento de retorno nesta época:

regresso as aulas 2015_oportunidades venda empresas

Faça download grátis deste infográfico, que resume os dados de intenção de compra no Regresso às Aulas.(Depois de clicar no botão, clique no botão do lado direito e escolha a opção 'Salvar Imagem como..')

download infográfico regresso as aulas b2b

4 Passos para conseguir vendas online no regresso às aulas:

  1. Identifique o seu público-alvo, as suas fases de compra e comunique para eles
  2. Perceba as necessidades dos potenciais clientes e mostre a sua solução para o problema deles
  3. Contextualize a informação ao nível de produto, local, e tudo o que possa ter valor acrescentado para o cliente ou percepção de benefício
  4. Meça os resultados e faça ajustes necessários

Quem quer realmente comprar o quê no regresso à escola?

  • Crianças, adolescentes ou jovens adultos são os consumidores, mas os decisores e compradores, muitas das vezes, são os pais ou avós
  • Nem só das crianças vive o regresso ás aulas, professores, instituições escolares, centros de formação e estudos,  são também consumidores e compradores nesta altura

Baseie-se em factos, como por exemplo, estudos de mercado que mostrem a real intenção de compra, como este da Cetelem, de 2014, dos quais podemos mostrar os pontos cruciais:

  • 26% dos pais têm filhos em idade escolar
  • 41% pretendem comprar material escolar num único momento enquanto que 57% pretende fazê-lo ao longo do ano
  • O nº de compra de livros escolares em 2ª mão subiu em 18% em relação ao ano anterior
  • Os principais locais de compras de materiais escolares são as papelarias e hipermercados
  • A internet já representa 22% dos locais de compra
  • As principais categorias nas quais houve intenção de compra no regresso às aulas são: vestuário e calçado, equipamento e artigos de desporto
  • Telemóveis e computadores representam 23% dos artigos onde houve maior intenção de compra
  • 62% das pessoas não pensaram gastar mais do que 500€ no regresso às aulas

Dados como estes ajudam as empresas a organizar a sua estratégia para se destacarem na altura do regresso às aulas.

E agora que sei que devo destacar o meu negócio, como o faço?

Existem empresas em áreas de atividade, como por exemplo, os grandes hipermercados, que podem fazer uma estratégia de marketing massiva nesta altura, destacando o negócio através de um plano blended de marketing tradicional e online. Mas tendo em conta que muitos das empresas constituintes do país são PME’s, como pode ser o caso da sua, e sabendo que um dos nichos onde os potenciais clientes têm intenção de compra é a internet, este pode ser o meio onde melhor pode alavancar a sua estratégia com custos mais controlados e com medição concreta de resultados.

Se quer realmente seguir as tendências e ter um lugar primordial online deve sobressair da sua concorrência, e para isso deve estar presente onde ela está e onde está o seu público-alvo.

Onde estão os meus potenciais cliente?

  1. Nos Motores de Busca – O Google é onde praticamente todos os portugueses vão pesquisar, por isso não pode deixar de estar destacado na 1ª página deste motor de pesquisa, com um anúncio Google AdWords, até porque 51% dos utilizadores pesquisam online antes de fazer uma compra
  2. No Facebook – A maior rede social do mundo tem 5,2 milhões de utilizadores em Portugal, dos quais 71% seguem marcas, por isso não pode deixar de marcar aqui a sua presença,  tanto com uma página profissional como com publicidade destacada no feed de notícias, até porque a sua concorrência também está lá – 39% das empresas
  3. Nos Websites – mas nada disto conta se não tiver um site profissional. Seria como distribuir folhetos publicitários dos seus produtos, sem ter uma loja ou uma sede da sua empresa. O site é a sua loja, a sua morada, a sua montra, onde todas as outras suas presenças devem convergir. Das empresas portuguesas que têm presença na internet, 60% têm um website, logo.. mais uma vez quer perder terreno para a sua concorrência?
  4. A ver Vídeos e Catálogos – os conteúdos interativos permitem diferenciar-se dos seus concorrentes de modo a conseguir ganhar o seu lugar na mente do consumidor. Quando o mercado é feroz e a concorrência é muita, o ideal é conseguir espelhar as suas soluções de modo criativo e inovador. Não é por acaso que 81% dos ultizadores de internet assistem a vídeos num site de vídeos ou aplicação, e 40% nas redes sociais.

 

Quem o pode ajudar a regressar às aulas em grande?

De nada adianta estar na internet por estar, porque aí, em vez dos custos controlados que falámos e dos resultados que pode obter, pode regressar às aulas com nota negativa!

Acreditamos que na sua empresa não há lugar para chumbos, por isso, assim com um aluno que quer passar com boa nota no exame de matemática arranja um explicador, um negócio que quer resultados online deve ter um parceiro de confiança que o ajude a obter retorno.

Com experiência comprovada nos vários setores de atividade que mencionámos, as Páginas Amarelas podem ajudar o seu negócio a destacar-se com nota máxima neste regresso às aulas.

Encontre o seu lugar no quadro de honra deste ano letivo na internet, e veja as notas a aumentarem! Comece já e aqui:

soluções marketing digital _blog pa regressoasaulas

 

Se este artigo não é útil para si, mas para alguém que conhece, partilhe-o com quem achar relevante nesta área de negócio!

4 tipos de Empresas que devem investir online nas Férias de Verão

A perspetiva Business das Férias de Verão: Para quem quer o Ouro e não o bronze!

Quando pensamos em verão pensamos em férias certo?  Errado. Se eu for dono de uma agência de viagens, uma companhia aérea,  um hotel ou campo de férias.

Já em fevereiro falámos do papel da Internet no processo de compra sazonal e agora faz sentido reforçar o papel do verão no aumento de vendas de  vários tipos de negócios!

A verdade é que com o verão não vem só o sol, mas um mundo de oportunidades. Oportunidades de negócios, sobretudo no meio online, que não devem ser ignoradas pelas empresas que dependem do verão para ter um incremento no seu retorno e um aumento de clientes.

 

4 Tipos de Negócios que não podem estar à sombra no Verão

A questão é, estarão as empresas em pleno verão à sombra ou estarão como o caracol a aproveitar o sol?

Assim como quem anda à chuva molha-se, quem arrisca petisca e se os negócios que fazem lucro do calor do verão não se expõem, nunca chegarão a ter nem bronze.. nem ouro!

Tendo em conta que, e falando apenas de internautas nacionais, 3,5 milhões de utilizadores estiveram em sites de Turismo, e se extrapolarmos o número para um valor que inclua turistas estrangeiros, poderemos estar perto do que sabemos ser o mercado online para empresas que trabalhem nesta área.

Aliás, Portugal cada vez está mais presente nos Tops de destinos turísticos, e até foi destacado pela Lonely Planet como o 7º destino turístico no TOP 10 do guia Best Travel!

Se todos andam a publicitar o nosso país, nada mais lógico que o nosso país se publicitar a si mesmo e ao seus pontos fortes.

Quem deve destacar-se na época veraneia e pré-verão?

Copie e guarde este infográfico para se recordar dos principais pontos a reter neste artigo, antes de ler o resto dos detalhes, e partilhe com os seus colaboradores para os motivar a ajudar a sua empresa a destacar-se da concorrência no verão!

Infografico-Blog_Paginas_Amarelas_Férias-de-Verão-Empresas

1. Os que  nos levam de viagem

Agências de viagens, operadores turísticos, companhias aéreas e empresas de aluguer de caravanas, é com vocês que estamos a falar.

Cada pacote de férias, cada promoção de viagem, cada viagem de última hora ou voo low cost conta!

1,5 milhões de portugueses costuma viajar de avião. São 1,5 milhões de potenciais clientes, dos quais uma percentagem vai para a sua agência de viagem por mais pequena que seja.

Imaginemos que a sua agência é em Braga. Se apenas 0,1% deste portugueses forem Braguenses que querem viajar de avião este ano, são 1500 potenciais clientes para sua pequena agência. Parece o cenário perfeito a não ser que: agora imaginemos que tem concorrentes, e que eles estão a fazer publicidade online a sua agência não..

2. Os que nos alojam no nosso destino

Os  apartotéis e hotéis, sejam eles urbanos, rurais ou turismo de habitação. Os resorts, pousadas ou até mesmo os parques de campismo. E por fim os campos de Férias onde a miudagem se pode divertir e os hotéis para os melhores amigos que não podem vir no passeio, os cães e gatos. Todos estes e uns outros quantos entram na fórmula de sucesso do verão e a Bloom Consulting só veio confirmar a importância do alojamento com o seu estudo que comprova que este é o item mais pesquisado na vertente do turismo em Portugal.  Precisa de mais argumentos para destacar o seu hotel num anúncio Google AdWords?

3. Os que nos transportam no nosso destino

No verão, as pesquisas no último ano, no segmento de serviços de táxis cresceu 12% e no de aluguer de automóveis 15%.  Isto dá logo uma ideia do que os turistas procuram nesta altura do ano, mas nem só de carros vive o turista, principalmente quando o destino é urbano com tráfego infernal. Tendo esta, e outras questões em conta, podemos encontrar aqui oportunidades para outras empresas de transportes de passageiros, como comboios ou aluguer de bicicletas, transportes de entretenimento tais autocarros sightseeing, ou até mesmo cruzeiros fluviais, ou barcos de recreio e passeio.

Todos eles podem ter lugar no pódio desde saibam destacar os seus serviços.  Não se esqueça que mais de 90% das pessoas que fazem pesquisa online não passam da 1ª páginas do Google!

4. Os que melhoram a nossa experiência de férias

Os restaurantes, os bares da praia, as cervejas, os vinhos  e refrigerantes frescos, os gelados,  os parques aquáticos e de diversão, são os eternos acompanhantes das férias de verão! E não só estes mas os eventos locais do nosso destino de férias podem acabar por ser o melhor delas, e aqui estou a falar para os organizadores de feiras e festivais de verão que não podem ignorar o facto de terem de dar destaque ao seu evento quando metade dos jovens, 54, 8%, que costuma ir a festivais tem muito por onde escolher!

 

Porquê apostar no verão online?

Mais que não seja porque todos o fazem, mas acrescentando ainda que quem o faz aumenta o seu retorno, por isso se quer chegar e ganhar tem de entrar na corrida!

Nos últimos 2 anos o Turismo de Portugal  investiu 5 milhões de euros em campanhas exclusivas online, justificando que este tipo de investimento tem “maior eficácia com menos recursos”. Isto porque é notória a importância do presença no online de segmentos de atividade relacionados com o Turismo, quando 83% pessoas utilizam a Internet para planear as suas viagens e 40% destes viajantes são influenciados pelas redes sociais.

Se ainda restavam dúvidas agora já não há espaço para nenhumas. Não  só é importante as empresas marcarem presença online, como é relevante fazerem-no na hora certa consoante a sua área de atividade.

Mais ainda é essencial transformar essa presença em retorno, sabendo estar presente nas plataformas adequadas, sejam elas as redes sociais ou os motores de busca, há que ter uma estratégia e implementar as boas práticas necessárias em cada uma destas plataformas para ser bem sucedidos, como, por exemplo, já falámos no artigo de Boas Práticas em AdWords.

O verão já começou e as empresas já estão em força na internet. Não perca tempo à ‘sombra da bananeira’ e junte-se ao sucesso de outras empresas que souberam investir online e obter retorno com parceiros de Marketing Digital que têm experiência no seu mercado, como as Páginas Amarelas:

As Páginas Amarelas são o Parceiro de confiança de cerca de 20.000 empresas e com experiência em mais de 1000 setores de atividade.

Porque o Verão não espera, comece a destacar o seu negócio aqui e agora:

anuncios google paginas amarelas

Para saber novidades fresquinhas de dicas para empresas continue a seguir-nos na Página de Facebook Oficial das Páginas Amarelas!

Boas Práticas em AdWords: o Sucesso na Publicidade do Google

Boas Práticas em AdWords: A Cheat Sheet para o Sucesso da Publicidade no Google!

Nos últimos artigos que escrevemos sobre AdWords fizemos questão de fazer um género de Manutenção preventiva ao enunciar os erros a evitar na gestão de campanhas Google AdWords. Mas como se diz por aí, existem sempre dois lados da moeda, e neste caso, depois de mostrarmos o que pode ser o lado negativo de uma má gestão de anúncios no google ,vamos agora mostrar o lado positivo enumerando as Boas Práticas!

Tal como o nome indica, boas práticas são práticas que, à partida, trazem benefícios ou retorno. Um género de cábula ou cheat sheet como daquelas que fazíamos na escola ao estudar para os exames, que nos davam os pontos essenciais a decorar para ter a certeza que, se tudo o resto falhasse, ao seguirmos aqueles pontos de partida conseguiríamos sempre alguns resultados base. Pois então vamos fazer um regresso ao passado pensando no futuro.

Esta cheat sheet já não será para termos bons resultados na nota do exame, mas tanto ou mais importante, para termos resultados positivos no  trabalho e trazer retorno para aqueles que são detentores de um negócio!

boas praticas adwords

1. Marca, Produto e Serviços Claros – O que ofereço e para quem serve?

Cada vez que conhecemos alguém, a primeira coisa que fazemos é apresentarmo-nos, pois no caso da nossa marca, produto ou serviço a regra é a mesma. Os utilizadores e potenciais clientes gostam e têm necessidade de identificar e reconhecer quem está do outro lado, por isso se é a ‘Mercearia do Bairro’ e quer oferecer laranjas porque tem desconto sobre este produto diga isso mesmo!

a. Texto com oferta e criação de necessidade clara

O título e texto presente no seu anúncio AdWords é a sua porta de entrada. Se quer dar as ‘boas-vindas’ aos seus potenciais clientes seja envolvente e ofereça o que eles procuram. Acredite que se estiver atento e oferecer exatamente o  que eles procuram eles irão voltar mais vezes.

b. URL simples e claro

Assim como o nome da sua empresa mostra a sua identidade, o nome do seu url mostra o que tem ‘dentro de casa’. Um URL claro, de fácil leitura e objetivo capta a atenção naturalmente e melhora a experiência do utilizador.

2. CTA’s – Como levar o potencial cliente à ação?

a. Extensões de anúncios

Conforme já mencionámos sitelinks, chamadas diretas e extensões de anúncio de texto além de serem gratuitos e não terem custos por cliques, quando relevantes dão credibilidade ao anúncio e podem acrescentar um sentido de urgência para levar à ação  imediata. Por isso é importante criar extensões com texto relevante que chame à ação. Para sabermos se as extensões escolhidas estão a ter realmente impactos positivos devemos monitorizar as extensões de anúncios e ainda ter em atenção às plataformas onde estes impactos são mais elevados, nomeadamente  o tráfego proveniente de dispositivos móveis.

Aqui fica um exemplo de Anúncio AdWords das Páginas Amarelas que aplica os pontos 1 e 2 acima referidos:

anuncio adwords - Campanha adwords

3. Utilize as ferramentas que o AdWords oferece

a. Keyword Planner

No erros a evitar falámos da escolha incorreta  de keywords agora vamos realçar o facto de ter de haver esta escolha! Planear a escolha de keywords não é uma fórmula de sucesso mágica para o seu artigo mas anda lá perto, não porque vai repeti-las até mais não, mas porque lhe permite perceber exatamente que expressões os internautas utilizam quando pesquisam por algo. O ‘achómetro’ não é uma ferramenta, o Keyword Planner, ou Planeador de Palavras-chave,  é!

b. Simulador – pré-visualização de anúncios e de diagnóstico

Nada como ver para crer, mas se o ver  lhe ficar mais caro, não compensa. Não vá ao Google pesquisar pelas keywords e tentar visualizar os seus anúncios, pois esta prática gasta impressões e vai estar a pagar o ‘preço pela sua curiosidade’. Utilize a ferramenta de pré-visualização de anúncios e de diagnóstico para confirmar se os seus anúncios estão a aparecer no Google. Se não estiverem não desespere, às vezes é só uma questão de pausar algumas keywords com quality score menor ou de ajustar orçamento.

ferramentas google adwords

4. Já fez adWords mas não resultou?

a. Afunile a sua segmentação

Se apenas está a fazer anúncios de texto em  Adwords Search, a melhor opção que tem para não estar a desperdiçar impressões ou cliques é fazer remarketing, pois neste tipo de publicidade do Google sabemos que há limitações de segmentação, uma vez que apenas permite segmentação geográfica e por idioma. O remarketing, então, vai-lhe  permitir afunilar a sua segmentação para as pessoas que já mostraram interesse no seu negócio acedendo ao seu site ou landing page.

No caso de estar a fazer anúncios display o remarketing é também uma ótima opção, mas antes disso pode sempre segmentar o seu público-alvo por interesses, posicionamento, tópicos ou mesmo dados demográficos.

b. Palavras-chave negativas

Evite aparecer pelas  pesquisas que não lhe interessam e podem estar a aumentar os seus custos desnecessariamente. Se não oferece nada grátis, coloque este termo nas suas palavras-chave negativas, por exemplo.

c. Acompanhamento do processo de compra e monitorização

  • Tenha em conta os vários estágios de maturidade online do cliente e diferentes estágios de processo de compra: consciencialização, consideração ou decisão. Consoante estes estágios a linguagem, tipo de oferta e CTA (call-to-action) deve diferir
  • Teste diferentes landing pages para perceber qual delas teve melhores resultados e porquê tendo em conta o público-alvo e estágios referidos
  • Perceba quantas pessoas visitaram o seu site, mas não completaram a ação
  • Veja que anúncios potenciaram mais ações
  • Monitorize o CTR e Quality Score das suas palavras-chave
  • Verifique se não está a limitar resultados devido a um orçamento demasiado baixo ou devido a keywords desnecessárias

 

5. Esteja a par das novidades

a. Fique atento às atualizações  periódicas

O mundo online está em constante mutação, e quando se diz constante significa mesmo quase diariamente. Sobretudo o AdWords no último ano tem sofrido várias alterações e melhorias e é sempre importante saber quais são e principalmente quais afetam Portugal, uma vez que nem todas as ações  são à escala global.

b. Siga os Experts

Quem sabe sabe e quem não sabe, segue quem sabe! A melhor receita para fazer um bom trabalho é ter a humildade de perceber que há sempre alguém que sabe mais que nós. Siga os Experts de AdWords a nível global e a nível local e com toda a certeza vai conseguir através das suas dicas e orientações melhorar a performance das suas campanhas.

6. Sem tempo ou conhecimento de AdWords?

a. Delegue a quem sabe

Não só é importante aprender como é importante reconhecer quando estamos a desperdiçar o nosso tempo como gestores de uma empresa. Muitas vezes quando deveríamos estar a aproveitar o nosso tempo para gerir a empresa estamos a focar-nos na parte operacional que não dominamos, o que na maior parte das vezes nos faz desperdiçar mais tempo e dinheiro, do se delegássemos essa tarefa a alguém com conhecimento operacional, neste caso com conhecimento e experiência de Gestão de Campanhas AdWords.

b. Otimizar tarefas

Um gestor de campanhas AdWords conhece as ferramentas de gestão de anúncios AdWords melhor que ninguém, não só porque é certificado e qualificado mas porque opera diariamente nesta plataforma e tenta sempre arranjar maneiras de tornar o seu trabalho mais rápido e eficaz, o que o faz ser igualmente, mais rentável para qualquer empresa. Por exemplo, no caso de uma empresa ter diversas campanhas com diversos grupos de anúncios, o carregamento manual de cada pode-se tornar incomportável daí que existiam possibilidades de melhorar estes métodos como operações em massa, ou mesmo relatórios que permitam a melhor monitorização de resultados e medição de métricas.

Para as empresas que realmente necessitam deste serviço qualificado, o importante é ponderar um parceiro certificado e que de preferência conheça bem o mercado de actuação dessa mesma empresa.

As Páginas Amarelas, com mais de 1000 sectores de actvidades, têm um conhecimento abrangente dos négocios em diversos mercados, além de serem Parceiros Premium Google Adwords para as PMEs. Se o seu negócio se quer destacar nos motores de busca, delegue a gestão de campanhas AdWords a gestores qualificados.

Pode começar já aqui e agora:

anuncios google paginas amarelas

 

Fonte de Imagens Printscreen: Google Adwords

 

Carnaval e Dia dos Namorados 2015: A Perspectiva Online

Carnaval e Dia dos Namorados 2015: A Perspectiva Online

 

O Papel da Internet no processo de Compra em épocas sazonais

No Carnaval ninguém leva a mal.. isto se não se perder vendas para a concorrência!

No Dia dos Namorados vale tudo.. menos o amor numa cabana a pão e água, por isso há que vender mais do que isso.

Estes ditados populares ganham outra perspectiva quando pensados do ponto de vista de marketing online. Quem não está lá ou não sabe estar, perde oportunidades de negócio.

As empresas portuguesas já vão tendo noção da importância em  estarem na Internet, até porque as Páginas Amarelas já muito disso falaram neste blog,  mas as questões que se seguem são tão ou mais pertinentes que estar online: Quando e Como?

Quando? Carnaval e o Dia dos Namorados!

As empresas devem ter sempre em conta que cada sector de actividade é diferente e está sujeito a sazonabilidades. A época carnavalesca e dos enamorados  que aí está a chegar é uma dessas alturas, em que determinados ramos de actividade devem ter a sua presença online reforçada.

Quando chegamos à altura do Carnaval e Dia dos Namorados as pesquisas começam a pender para o lado de quem quer ir festejar o Carnaval vestido a preceito e para o lado de quem quer agradar quem ama.

Os negócios que já conhecem os ‘meandros da coisa’ dedicam-se ao marketing digital, investindo em ofertas online, promoções  e descontos, promovendo-as em diferentes locais online.

Pelo contrário, todas as empresas que não estão presentes na internet ficam a perder imensas oportunidades de negócio. Isto é um facto, pois em Portugal cerca de 60% dos compradores pesquisam online antes de comprar e 50% utilizaram motores de pesquisa para o fazerem!

Especialmente  em épocas festivas,  os consumidores que têm pouco tempo viram-se para o online na esperança de conseguir ideias para ofertas  e recorrem aos motores de busca para o fazer, sobretudo para comparar marcas/produtos antes de fazer a sua escolha.

Tendo em conta este números e que existem necessidades sazonais, as pesquisas também vão reflectir essa sazonabilidade, e isto apenas quer dizer o seguinte: no Carnaval procuram-se por coisas relacionadas com Carnaval e com a proximidade do Dias dos namorados procuram-se ofertas para o dia de São Valentim. Logo vai querer estar onde os seus potenciais clientes procuram por si.. ou não?

Dia dos Namorados 2015

Negócios como Lojas de Chocolates, Floristas e Massagistas, Lojas de Ofertas e Lembranças, Livrarias ou Papelarias que vendam postais do dia de namorados, Spas e Massagistas, Hóteis e até mesmo Agências de viagens devem destacar os seus produtos e serviços na internet, pois não só do amor vive uma relação e nesta altura vale tudo para agradar uma cara metade!

Carnaval 2015

Empresas que vendem artigos para festas e carnaval, como fatos e máscaras de carnaval, serviços de pinturas faciais, espaços para eventos e outras aliadas a estes festejos devem aproveitar esta janela de oportunidades para destacar o seu negócio, até porque a venda mais fácil é aquela em que o potencial cliente já mostrou interesse no seu produto!

Espreite o nosso infográfico e veja se não é verdade. As pesquisas não mentem!

DiaNamorados&Carnaval-2015

Depois de esclarecido quem deve estar destacada nesta época e como, chegou a parte de ajudar no Como?

Como? Através de uma forte presença online!

Se  ainda não tiver um site, esse é o 1º passo a dar, mas caso já tenha,  isso não será o suficiente para se destacar nesta altura em que as pesquisas pelo seu negócio vão subir, assim como o número de ofertas e opções apresentadas para  converter clientes, por isso, tem de arranjar maneira de perceber onde está a sua concorrência e destacar o seu negócio:

 

Sabemos que cada vez mais os consumidores online são selectivos e por isso mesmo temos as melhores soluções para destacar o seu negócio, nestas e noutras épocas sazonais. Sabemos desenhar a melhor estratégia para o seu sector de actividade, porque estamos sempre atentos às tendências e mantemo-nos constantemente actualizados sobre o que se passa no mundo Online.

Resta-nos desejar feliz Dia dos Namorados, uns bons festejos de Carnaval e sucesso nos negócios!

 

Se quer continuar a par das novidades para melhorar o seu negócio, siga a nossa página de Facebook!

 

Os 6 Principais Erros a Evitar em Google AdWords

Resumo de Erros a evitar na Gestão Google Adwords

No artigo anterior falámos do Erro #6 a evitar em Google AdWords, mas se perdeu, ou não teve tempo de ler em detalhe, aqui fica um artigo que resume os 6 Principais Erros a Evitar  na gestão de campanhas AdWords para quem é mais amigo da preguiça  ou tem uma agenda muita preenchida!

6 Principais Erros a Evitar

Erros principais a evitar em Campanhas Google Adwords

#1 – Escolha Incorrecta de Keywords

Saber escolher as palavras-chave apropriadas para o seu negócio é o primeiro passo para possibilitar uma maior retorno!  A escolha incorrecta de keywords pode levar à perda de potenciais clientes, por isso é importante focar-se em 3 factores principais:

  • Tipos de keyword a utilizar (broad, long tail, exact match ou keywords negativas)
  • Contextualizar: keywords relacionadas com o sector de actividade e interesses dos clientes
  • Ferramentas apropriadas: para conseguir uma boa análise recorra à ajuda do Keyword Planner

# 2 – Escolha Incorrecta de Targets

Se as suas campanhas estão direccionadas para o público-alvo incorrecto, demográfica ou geograficamente, o seu retorno vai ser inexistente.

Para a escolha correcta do Target deve-se focar nos seguintes factores:

  • Segmentação Geográfica – ajustando as regiões que realmente promovem mais tráfego e leads
  • Segmentação Demográfica – apenas em anúncios Display
  • Alcance dos anúncios – arranje um equilibrio entre a quantidade de pessoas a que chega e a relevância dos seus anúncios, para que consiga chegar a um público-alvo igualmente relevante

Para que melhor perceba o conceito relembramos: Para quê vender vestidos de noivas a homens ou fazer take-away do seu restaurante no Porto a quem está nas ilhas?

#3 – Não Categorização de Grupos de Anúncios

A organização é essencial para a medição correcta do desempenho dos seus anúncios, por isso, esquematizar e agrupar anúncios e respectivas keywords é uma forma de evitar que se perca no meio da confusão, pois muitas vezes existe uma grande quantidade de anúncios a acompanhar.

Foque-se em:

  • Agrupar os anúncios
  • Acompanhar e controlar os custos

# 4 – Baixo Quality Score

Nunca é demais repetir a seguinte premissa: Anúncios de Qualidade levam a Preços mais baixos e a melhores posições no Google!

Foque-se no Índice de Qualidade e nas Páginas de destino para obter melhor posicionamento dos seus anúncios:

  • Esteja atento à influência dos lances no posicionamento
  • Utilize extensões de anúncios e meça resultados
  • Escolha uma Landing page relacionada com a mensagem no anúncio

# 5 – Pouca Monitorização

Não deixe um bom trabalho de criação de campanhas cair por terra por falta de monitorização. Como mencionámos antes: Perder dinheiro e não ter resultados não pode ser uma opção!

Foque-se nos seguintes factores para manter  a boa gestão das suas campanhas:

  • Monitorização de lances – veja se a licitação escolhida realmente é a ideal ou se necessita de ajustes. Controle bem os seus custos
  • Avaliação de desempenho de anúncios e keywords – monitorize tudo! Desde os anúncios às keywords, não se esquecendo das extensões de anúncios e das conversões, se tiver a campanha definida para tal.

# 6 – Ignorar tráfego Mobile

Já ouviram dizer que ‘ O trabalho do menino é pouco, mas quem o perde é louco’? Pois é, com o Mobile passa-se o mesmo. O Tráfego vindo de dispositivos móveis já não está para ‘ignorâncias’, pois já representa uma boa fatia de tráfego, e melhor, de tráfego relevante, pois é tráfego local movido por interesses em tempo real.

Foque uma parte da sua monitorização em Tráfego Mobile, para verificar se está a receber retorno ou se pode estar a perder potenciais clientes neste tipo de dispositivo.

 

Evitando os Erros e mais Além!

A verdade é que,  quando os anúncios AdWords têm um valor comercial tão relevante,  não há resultado orgânico que substitua o tráfego gerado por estes anúncios.

Tanto é verdade que o próprio Google conduziu um estudo a comprovar que os resultados pagos, ou links patrocinados, ou Anúncios Google AdWords, na página de resultados do Google, representam 89% de tráfego incremental, sendo 50% nos anúncios de topo!

Se escolher as Páginas Amarelas como parceira, tanto vai conseguir evitar todos estes erros, como vai estar a juntar-se a um parceiro premium da Google Adwords e garantir:

  •  Posicionamento destacado
  • Qualidade de segmentação de público-alvo
  • Qualidade de segmentação geográfica
  • Maior Alcance
  • Aumento de Tráfego
  • Controlo de Budget

Que mais precisa agora para destacar o seu negócio no Google? Nada.

Apenas Ligar Gratuitamente para aderir agora a um Pacote AdWords à medida da sua empresa e do seu negócio!

Google AdWords: Erros a evitar | Ignorar Tráfego Mobile

Erro #6 a Evitar no Google AdWords – Ignorar Tráfego Mobile

Depois da longa prova de resistência aos erros a evitar em Google AdWordsestamos a chegar à recta final! Mas não antes de passar  por uma última etapa. Uma  etapa que muitas vezes é ignorada, erradamente: O tráfego Mobile das suas Campanhas AdWords.

GoogleAdWords_tráfegomobile

A relevância dos anúncios AdWords em dispositivos móveis

À semelhança do que acontece para os anúncios AdWords de desktop, os anúncios mobile aparecem nos resultados de pesquisa do Google. No entanto demarca-se uma principal diferença: existem menos anúncios por página.

Isto não é razão para que o desempenho seja menor, até porque, em dispositivos móveis, muitas vezes para optimizar  as campanhas, o AdWords pode substituir a segunda linha da descrição por extensões de anúncios com mais relevância que podem aumentar o CTR, ou taxa de cliques, dos mesmos.

Estas extensões de anúncios podem ser desde extensões de texto ou localização a extensões de sitelinks, sitelinks estes que não se pagam por clique – mais uma vantagem!

Porque não ignorar o Mobile?

Quando estamos a criar uma campanha AdWords, muitas vezes ou escolhemos a opção de não apresentar os anúncios em dispositivos móveis, ou pura e simplesmente nem nos apercebemos que esta opção existe e estando activa ignoramos por completo a sua relevância.

A ignorância pode ser uma benção em muitas coisas, mas não neste caso!

Em Portugal do total das pesquisas na Internet, as pesquisas em dispositivos móveis já representam 25%.

Em muitos casos de negócios locais, os anúncios para telemóveis são os que trazem mais ROI, ou retorno ao investimento, pois trazem mais conversões a um PPC menor. Além do que, em dispositivos móveis, os utilizadores são mais fáceis de converter, uma vez que o que eles querem.. QUEREM AGORA!

Smartphones: comprar em Portugal é comprar local!

Num país onde cerca de 46% dos internautas efectuam pesquisas no seu smartphone todos os dias, das quais 90% são sobre informações locais, não se pode ignorar a importância que o tráfego mobile pode ter para uma empresa local.

Eis os números chave, relativos à procura de informação local em smartphones, que qualquer empresa que quer clientes online deve conhecer:

  • 49% da estabelereceram uma ligação com alguma empresa
  • 62% visitaram uma empresa
  • 20% falam com outras pessoas acerca da empresa
  • 33% efectuaram uma compra

 

O fim da Lista de erros é apenas o começo do retorno em AdWords!

O tráfego mobile é a última peça do nosso puzzle de erros principais, mas de longe será a última peça importante da Gestão de campanhas Google AdWords.

Cada dia que passa o Google lança novas funcionalidades no AdWords, e novas maneiras de conseguir retorno para as empresas locais. Nas Páginas Amarelas, além de prestarmos um serviço completo, sabemos como evolui o mundo da publicidade no Google em qualquer plataforma e estamos atentos a todas as notícias e novidades.

Ainda acha que vai encontrar melhor parceiro para destacar o seu negócio no Google?

Ligue Grátis para saber mais sobre soluções publicidade no Google, ou outras soluções online!

Não perca, no próximo artigo, o ‘wrap up’ de todos os os erros falados nos últimos artigos, resumidos num só!

Google AdWords: erros a evitar | Não Monitorização de Campanhas

Erro #5 a evitar no Google AdWords – Não Monitorização de Campanhas

 

Existem várias maneiras de ter retorno no Google Adwords, mas também existem várias maneiras de o perder.

Depois das diversas dicas sobre a criação e gestão das campanhas Google AdWords nos artigos anteriores, está na hora de evitar que todo este trabalho vá por água abaixo. E isto pode acontecer, se cometer o Erro #5: Não Monitorização de Campanhas.

GoogleAdWords_monotorização de campanhas

Licitações e Biddings: Onde tudo começa

Uma das alturas cruciais na definição das suas campanhas é o método de licitação ou bidding. Se escolher, por exemplo, um método de bidding automático,  pode perder o fio à meada, se não for frequentemente verificar as suas campanhas e tentar perceber os dados e respectivos resultados.

Se não se lembra sequer o que escolheu de método de licitação isso em si já é um aviso. Volte uns passos atrás e repense a sua estratégia para poder controlar melhor os seus gastos.  De qualquer modo, nós ajudamos a relembrar como controlar os custos dos grupos de anúncios.

Perder dinheiro e não ter resultados não é opção!

 

Avaliação do desempenho de anúncios e keywords

Nas campanhas da Rede de Pesquisa, ou Search, que têm sido o nosso principal focus destes artigos, há que ter pontos-chave de monitorização de resultados:

  1. Monitorizar o desempenho dos anúncios da campanha – saber sempre o estado dos anúncios é crucial, assim como fazer uma verificação periódica da Taxa de Cliques, ou CTR, e o CPC médio, ou Custo Médio por Clique. Estes são os principais indicadores de desempenho dos seus anúncios.
  2. Monitorizar o desempenho das keywords – também aqui o estado e o CTR são importantes, mas além disso, um dos principais indicadores de desempenho das suas keywords é o Índice de Qualidade, ou Quality score, que falámos no artigo anterior.
  3. Medir o desempenho das extensões de anúncio – no caso de ter escolhido uma opção com todas as funcionalidade, vai ter a possibilidade de colocar extensões nos seus anúncios. E se este for o caso, o estado, os cliques, as impressões, a Taxa de Cliques, o custo total de cliques e o custo médio por clique e finalmente, a posição média do anúncio quando apresentado com as respectivas extensões, são factores a ter em conta para verificar se aquelas extensões estão ou não a obter resultados, ou se devem ser alteradas ou retiradas.
  4. Monitorizar vendas e conversões – no caso de optar por definir conversões, é importante o controlo das mesmas, para poder, consequentemente, controlar acções de clientes como chamadas, compras, etc.

A verdade é a monitorização dos resultados das suas campanhas, não é mais do que cuidar da saúde dos seus anúncios! Cada anúncio e keyword tem de ter uma atenção especiais, para a saúde do seu bolso também não seja prejudicada.

No final de contas, o objectivo é ter retorno, e não uma campanha débil e insalubre!

 

Potenciar os resultados do seu negócio

adwords_custosA esta altura do campeonato já não é novidade que o Parceiro de Confiança que o ajuda a potenciar os resultados das suas campanhas AdWords é a empresa Páginas Amarelas.

Com mais de 69% das empresas a apostar em Publicidade online em Portugal, a luta pelo destaque no mundo digital cada vez é mais feroz, pelo que o investimento deve ser feito com garantia de retorno.

Junte-se a nós e garantimos uma equipa certificada, com experiência que permite rentablizar o seu investimento. Garanta o sucesso do seu negócio online!

 

Fonte estatística: Acepi, Netsonda – Barómetro do Comércio Electrónico em Portugal

Google AdWords: erros a evitar | Baixo Quality Score

Erro #4 a evitar no Google AdWords – Baixo Quality Score

No artigo anterior falámos do Erro #3: Não Categorização de Grupos de Anúncio.  Hoje vamos falar na importância do Quality Score, ou Índice de Qualidade, dada aos anúncios e como ignorar esta métrica de qualidade pode ser um erro.

GoogleAdWords_qualityscore

A quality score foi introduzida pelo Google como um modo de classificar a relevância de um anúncio para a pesquisa de um utlizador. Quando um utilizador faz uma determinada pesquisa no motor de busca do Google, este vai verificar os milhares de anúncios que tem e seleccionar os que mais se adequam à pesquisa do utilizador, de modo a que este tenha a melhor experiência de utilizador possível. Logo, é muito importante escolher correctamente:

  • As keywords introduzidas no anúncio
  • A Landing page, ou página de destino do anúncio

Isto para que, quando o utilizador clicar no anúncio, encontre exactamente aquilo que pesquisou e aquilo que é publicitado.

 

Como o quality score influencia o posicionamento do meu anúncio?

O Quality Score tem em conta estes principais factores e a taxa de cliques prevista, e com base nisto, entre outros factores, ele vai determinar um valor de classificação.

O Índice de qualidade tem um valor entre 1 e 10, e quanto maior for este valor, maior é a probabilidade do anúncio aparecer numa posição mais elevada ,no motor de pesquisa ,ou de ter um menor custo por clique, ou CPC.

Conclusão: Anúncios de Qualidade levam a Preços mais baixos e a melhor posições no Google!

 

Porque tenho de me preocupar com a página de destino do anúncio?

É  determinante para o seu retorno, o anúncio estar a apontar para uma landing page, ou página de destino relacionada com as keywords, ou palavras-chave, presentes na mensagem do anúncio,  e não para uma página genérica, como uma homepage.  Isto é um dos pricipais factores que o Índice de Qualidade tem em conta.

Por exemplo, se um utilizador estiver a procurar ‘Restaurantes Italianos em Lisboa’, um anúncio correcto será:

Procura Restaurantes Italianos em Lisboa?

www.pai.pt/restaurantes-italianos/lisboa/

Encontre os melhores restaurantes italianos em Lisboa.

Ligue grátis para reservar já a sua mesa!

 

A Landing Page correspondente ao URL www.pai.pt/restaurantes-italianos/lisboa/ deve ter os elementos que se fala na mensagem –  os restaurantes italianos, na localização de lisboa, e a possibilidade de ligar grátis para reservar:

 

quality score_ exemplo paginasamarelas

 

Para ganhar algum contexto dos passos importantes a considerar no AdWords, deixamos aqui o resumo dos factores mais importantes a ter em conta na criação dos seus anúncios, e do impacto particular do Quality Score.

Factores a ter em conta para a classificação do seu anúncio na altura do leilão, pois está baseada:

  • Lance efectuado (ou bidding)
  • Indíce de Qualidade ( que é o que referimos neste artigo)
  • Extensões e outros formatos de anúncio

A qualidade do anúncio, e consequente valor do Índice de qualidade, podem afectar a:

  • Selecção de anúncios para leilão
  • Posicionamento do anúncio
  • Custo por Clique, ou CPC
  • Possibilidade de ter extensões ou outros formatos de anúncio

 

Como consigo aplicar isto ao meu negócio?

O Quality Score e os outros factores determinantes para a qualidade e elegebilidade de um anúncio requerem um controlo constante das keywords e sua performance, dos CTR’s, e outras métricas indicadoras da relevância da sua campanha. O conhecimento profundo destas especificidades e o do funcionamento do Google AdWords em Portugal levam ao sucesso de qualquer negócio que se queira destacar online.

O  essencial para fazer publicidade online com retorno e em bom português, é ter conhecimento do mercado online em Portugal, do tecido empresarial nele representado, sobretudo composto por PME’s, e do comportamento  da pesquisa local.

As Páginas Amarelas têm um conhecimento elevado na criação de anúncios de qualidade, tendo gerado mais de 8 milhões de cliques em mais de 13.000 campanhas!

Se quer aplicar estas regras correctamente nos anúncios do seu negócio junte-se a um parceiro de confiança. Juntos vamos garantir o seu retorno!