Tag Archives: google adwords

Google Marketing Next 2017

O Futuro da Publicidade Online

Hoje é dia de partilhar consigo os highlights do Google Marketing Next 2017, que decorreu no final de maio em São Francisco (EUA).

O Google reuniu especialistas de marketing digital de todo o mundo e levantou o véu sobre o futuro da publicidade e dos seus produtos – AdWords, Doubleclick e Analytics – quando combinada com Inteligência Artificial, Machine Learning e Mobile trends.

Na Páginas Amarelas vamos testar as versões BETA de todas as inovações apresentadas durante o evento assim que estiverem disponíveis em Portugal, mas, para já, divulgamos as principais novidades que o Google apresentou.

TOP 11 Novidades do Google Marketing Next 2017

1. Reduzir tempo de carregamento para aumentar conversões

A introdução de Accelerated Mobile Pages (AMP) melhorou significativamente o tempo de carregamento de conteúdos e agora será possível utilizar AMP em Landing Pages de anúncios de  Search e Google Display Network.

1 a 10 segundos

2. Melhorar a segmentação do público-alvo

Será possível fazer o cruzamento de dados nas diferentes plataformas de forma a impactar públicos que já demonstraram interesse em determinada marca.

90% dos utilizadores de smartphone

3. Segmentação de audiência em Gmail Ads

A possibilidade de segmentar o público-alvo com base em padrões de consumo e “life events”, anteriormente anunciada para YouTube, será agora possível em Gmail Ads.

4. Acesso mais abrangente entre canais e dispositivos

O objetivo é impactar utilizadores com maior probabilidade de efetuar a compra.

6 em 10 utilizadores

5. Google Assistant

Com o aumento da pesquisa por voz, é importante tirar partido deste tipo de pesquisa e tornar os momentos de compra mais agradáveis e pessoais.

Pesquisa por voz

6. AdWords de “cara lavada”

O novo interface do Google Adwords irá permitir personalizar audiências de forma mais rápida e intuitiva, ao mesmo tempo que providenciará relatórios mais completos.

Interface AdWords

7. Google Optimize

Será mais fácil criar e testar versões de landing pages, de acordo com as especificidades de cada campanha.

8. Google Surveys 360º

Será mais fácil perceber o impacto dos anúncios através dos insights de quem os recebe.

Google Surveys

9. Novidades no YouTube

O You Tube vai integrar extensões de anúncios como a localização e visitas à loja. A segmentação também vai ser fortalecida com a possibilidade de definir segmentos do mercado através de padrões de consumo e life events.

10. Ferramentas avançadas de medição de vendas

Para além das visitas, também as vendas serão mapeadas.

11. Google Attribution & Attribution 360

Foi anunciada uma nova plataforma que cruzará dados de  AdWords, Analytics e DoubleClick que permitirá impactar o público-alvo de uma forma revolucionária.

Google Atribuition

 

Na Páginas Amarelas, estamos muito atentos para tirar partido destes upgrades nos produtos Google e, mais ainda, para ver de que forma podemos melhorar as campanhas dos nossos clientes.

Tal como fizemos no final de 2016, em que demos conta das novidades nos anúncios Google AdWords, iremos divulgar todas as novidades Google em primeira mão. Fique atento!

Não sabia que a Páginas Amarelas tem soluções de Google para a sua empresa? Saiba mais sobre as nossas soluções Google e destaque a sua empresa neste motor de busca.

Oportunidades de Negócio na Páscoa 2017

GANHE MAIS CLIENTES
NA PÁSCOA COM LANDING
PAGES E GOOGLE ADWORDS

Conselhos Práticos para Conseguir mais Clientes na Páscoa

Aproxima-se uma grande época festiva para os portugueses, talvez a maior a seguir ao Natal. Esta época traz consigo necessidades também sazonais e reflete um aumento da procura por determinados produtos e serviços. Estamos a falar da Páscoa 2017!

Feriados como estes potenciam muitas oportunidades de vendas nos mais variados negócios. Para conseguir aproveitá-las, as empresas têm de perceber:

1- O que procuram online as pessoas nesta época?
2- Como destacar o seu negócio na Páscoa e atrair clientes?

Só assim, as empresas conseguirão antecipar-se e colocar-se um passo à frente da sua concorrência.

Comecemos então pelo início:

#1 – O que procuram online as pessoas nesta Páscoa?

Antes de efetuar qualquer tipo de compra, os consumidores têm a necessidade de pesquisar e comparar produtos e serviços e, é neste momento da pesquisa que o seu negócio tem de aparecer para ficar na mente do consumidor.

Primeiro que tudo é preciso perceber que na Páscoa não se vendem apenas ovos de chocolate, havendo oportunidades para os mais variados negócios poderem lucrar. E a confirmá-lo estão as pesquisa feitas no Google.

As tendências de pesquisa revelam dois tipos de procura por parte dos consumidores, que podemos até definir como duas grandes categorias de pesquisas e nas quais vamos perceber onde pode entrar o seu negócio:

– Alimentação: em que existe claramente uma procura relacionada com a celebração do evento em si e dos momentos em família. Aqui negócios como pastelarias, padarias, supermercados, restaurantes ou lojas de doces devem aproveitar esta oportunidade, até porque os clientes já mostraram interesse nos seus produtos!

– Viagens: a Páscoa é também o período das férias escolares e das viagens de finalistas. É também nesta altura que os pais acabam por tirar férias para poder estar com os filhos. Por isso, todos os setores de negócio ligados ao turismo, como agências de viagens, hotéis, hostels ou até pousadas têm boas oportunidades de aumentar as suas vendas na Páscoa.

Veja aqui alguns das tendências de palavras-chave pesquisadas e em que principais locais são feitas pesquisas relacionadas com a Páscoa nesta altura:

top pesquisas páscoa

Então, porque não divulgar um pacote especial do seu hostel para os amigos que se querem lançar numa aventura de férias da Páscoa, ou uma promoção única da sua peixaria ou marisqueira para um almoço em família na Sexta-feira Santa? As possibilidades são infinitas!

Aqui entramos na segunda questão:

#2 – Como destacar o seu negócio na páscoa e atrair clientes?

Depois de perceber:
a) o que procuram as pessoas na altura da Páscoa;
b) como o seu negócio se encaixa nas necessidades desta época;
c) os diferentes momentos e oportunidades que a Páscoa proporciona…

…falta confirmar se tem tudo a postos para estar no sítio certo à hora certa!

Vamos então ajudá-lo a fazer uma checklist para garantir que não falta o essencial para o sucesso do seu negócio:

  • Landing Pages – sabe o que são, como devem ser construídas e qual a sua importância na divulgação de uma campanha? Se ainda sabe ou pensou nisto é altura de começar a pensar, pois é por aqui que tem de começar, já que esta será porta de entrada da sua promoção. Se a porta está fechada, ninguém entra, certo? Então, o primeiro passo passa por começar a pensar na criação de uma landing page para a sua empresa.
  • Já está no Google? A landing page por si só não funciona, precisa de ser divulgada senão as pessoas não vão saber que a suas promoções existem. Logo, para ser encontrada precisa de outras ferramentas que ajudem neste sentido. O Google é o motor de pesquisas mais utilizado em Portugal e, se quer estar onde pesquisam pelo seu negócio, é aqui que tem de publicitar a sua campanha de Páscoa! Lembre-se sempre da velha máxima “Quem não aparece não é lembrado”. Aqui, a ferramenta de publicidade do Google, o Google AdWords vai ser fulcral para destacar a sua empresa online

Se respondeu que não a pelo menos uma pergunta, e tem algum dos tipos de negócios acima descritos, isso pode significar que está a perder clientes para a sua concorrência nesta Páscoa de 2017.

Siga já os nossos conselhos práticos para e faça download do nosso ebook onde vai encontrar:

  1. Para que serve uma Landing Page e porque precisa dela para uma campanha online
  2. 4 exemplos de boas práticas na construção da sua landing page
  3. Como atrair visitas com anúncios  Google AdWords
  4. Tendências de pesquisa na Páscoa
  5. 5 conselhos para utilizar na criação dos seus anúncios de AdWords
  6. Sugestão de Solução para a sua campanha caso mesmo mesmo com os nossos conselhos não tenha tempo para o fazer!

ebook grátis pascoa 2017

Não perca mais oportunidades de negócio! Opte pelo coelho, não que lhe traz os ovinhos de chocolate, mas que vai trazer mais rentabilidade à sua Páscoa e escolha um parceiro de confiança para ajudar o seu negócio a atrair o seu público-alvo, a aumentar as suas vendas e a trabalhar a relação com os seus clientes, mantendo-os fiéis à sua marca.

 footer_solucoes

Oferta de Emprego – Gestor de Campanhas Google Adwords

Recrutamento de Gestor de Campanhas Google Adwords

Procuras novas oportunidades para prosseguir a tua carreira em Marketing Digital e Google Adwords é a tua praia? Queres fazer parte de uma equipa de especialistas em Google Adwords e trabalhar com clientes das mais diferentes áreas?

Para começar o ano da melhor maneira,  estamos à procura de um Gestor de Campanhas Google Adwords para reforçar a nossa equipa de especialistas Google.

Como a vida não é só trabalho, fazer parte da equipa Páginas Amarelas é muito mais do que criar e gerir campanhas de Adwords. Não acreditas?  Então vê este vídeo e conhece um pouco melhor aquela que pode vir a ser a tua futura equipa!

Gostaste de conhecer a nossa equipa de especialistas Google?

Então acredito que também gostarás de saber que desde 2011  somos Parceiros Premium do Google AdWords , desenvolvendo e gerindo campanhas com elevado retorno para empresas em diferentes sectores de actividade e sempre com o acompanhamento e formação de especialistas da própria Google.

Se procuras saber um pouco mais sobre a Páginas Amarelas e os nossos serviços de Marketing Digital então visita o nosso site paginasamarelas.pai.pt.

O que valorizamos:

  • Formação em Marketing Digital, nomeadamente em Social Media e Google Adwords;
  • Experiência comprovada em gestão de campanhas de Google Adwords em contexto empresarial  – experiência significativa;
  • Experiência em campanhas PPC;
  • Experiência em campanhas Google Display Network, Gmail Ads e Email Marketing;
  • Experiência em gestão de campanhas de conversão e remarketing;
  • Experiências em campanhas de vídeo Ads, Youtube Ads (TrueView);
  • Bons conhecimentos de Inglês;
  • Bons conhecimentos de SEO e SEA;
  • Empatia, orientação para o Cliente e para os objectivos;
  • Capacidade de trabalho sob pressão;
  • Capacidade de trabalhar em contextos de mudança.

Zona:

Lisboa – Parque das Nações;

Horário:

De 2ª a 6ª feira das 09:00h às 18:00h

 

Se é esta a oportunidade pela qual tens estado à espera, envia o teu CV para carreiras@paginasamarelas.pt  incluindo no assunto a referência RH_GA_01016.

Sessão Google e Páginas Amarelas: “The Future is Now”

Tendências Google: o futuro da sua empresa é agora!

A semana passada foi marcada pelo encontro de parceiros: Páginas Amarelas e Google! Sob o mote “The Future is Now” (O Futuro é agora), estivemos numa sessão com o Web Analytics Consultant da Google, João Nunes, que traçou o perfil atual do consumidor português, apresentou algumas mudanças tecnológicas e comportamentais que já se estão a refletir nos negócios atualmente e as tendências daqui para a frente.

PA_Google

 

Todos estes inputs vieram reforçar o nosso know-how e expertise, permitindo-nos compreender o que os consumidores realmente procuram e aplicar de forma eficaz as boas práticas em Google AdWords que em tempo já abordámos. A combinação essencial para continuarmos a ser o parceiro de confiança dos nossos clientes, potenciando os seus negócios. Curioso?

 

4 Fatores essenciais que vão determinar o sucesso do seu negócio

#1 – Tecnologia

O primeiro grande fator é a tecnologia e os passos gigantes que estão a ser dados neste sentido. Comecemos pelo panorama global: sabia que atualmente há 2 biliões de pessoas no mundo ligadas à internet e que se espera que em 2020 este número passe para os 5 biliões? Estamos cada vez mais próximos daquela que tem sido uma luta de décadas, da tão falada sociedade da informação, que potencia um desenvolvimento tecnológico independente e autónomo, sem necessitar da intervenção do Homem.

Partilhamos alguns dos exemplos de novas tecnologias, gadgets e invenções em que o google já está à frente e que vêm mudar toda a nossa forma de estar enquanto pessoas, consumidores e empresários:

Agora deve estar a pensar “Ok, já ouvi falar disto tudo” ou “Isso não é novidade nenhuma, já há muitos aparelhos  que fazem mais ou menos isso”. Exato! Mas o que queremos aqui, é despertar a sua atenção para uma questão fundamental: as tecnologias digitais estão a elevar cada vez mais as expectativas do consumidor, tornando-o cada vez mais exigente e mudando também a forma como este se comporta. E, isso leva-nos ao segundo fator a ter em conta no seu negócio – as pessoas.

#2 – Pessoas

As pessoas não querem perder tempo, estão sempre ligadas à internet, recorrendo cada vez mais aos dispositivos móveis para aceder a informação em qualquer lado a qualquer altura, para consultar e-mails, falar com os amigos, partilhar nas redes sociais…

As pesquisas são feitas no momento, incentivadas por necessidades do imediato. O consumidor já não espera para chegar ao trabalho ou a casa e procurar algo na internet, a procura e pesquisa já são feitas por impulso.


 “75% dos portugueses procura informações sobre produtos online”


Isto mostra que estamos na era do imediato, na era que vive de pequenos momentos que ocorrem no dia a dia das pessoas, os chamados micro-momentos. E, é nesses micro-momentos que residem as oportunidades de colocar o seu negócio no “coração” dos seus clientes, estando presente no exato momento em que estes estão à procura de respostas às suas necessidades.
Veja aqui o vídeo que lhe vai permitir perceber concretamente o que são estes micro-momentos e de que forma a sua empresa pode e deve entrar na vida dos seus clientes!

#3 – Negócios

As novas tecnologias afetam a forma como o consumidor se comporta, mas também obviamente afetam os negócios e as empresas. Neste momento, esta transformação digital está a criar desafios únicos aos gestores e líderes das empresas, que se deparam com o aparecimento de novos modelos de negócio que, apesar de serem altamente disruptivos, são bem sucedidos porque agora há uma distância muito mais reduzida entre a conceção/ideia e a possibilidade de desenvolvê-la, devido à facilidade e oferta de soluções tecnológicas. Dois exemplos próximos são empresas como o Spotify e a Uber, que oferecem aquilo que os clientes procuram: facilidade, comodidade e TEMPO!
E depois destes fatores acima descritos, falta então entrar no último, mas não menos importante, fator – o consumidor português.

#4 – Os Portugueses

Tendo em conta todo estes cenários, então como é que o nosso mercado se está a comportar? Como era de esperar, os portugueses estão a acompanhar e são recetivos às tendências das novas tecnologias. Tanto são, que estão ao nível de países como os Estados Unidos e o Reino Unido mas, como palavras só não chegam, o que interessa para nós são os factos.


 “57% dos portugueses têm smartphone”


O comportamento de pesquisa online e de utilização da internet em qualquer altura e local aplica-se também ao cenário nacional, pelo que a estratégia das empresas portuguesas se deve centrar nisso mesmo. Perceber que os seus atuais e potenciais clientes estão online, em qualquer momento do seu dia e que procuram respostas imediatas às suas necessidades.


 “54% dos portugueses estão online enquanto vêem televisão”


Porque o futuro é… agora!

Lembra-se de falarmos atrás nos micro-momentos? Pois então é nisso que a sua empresa terá de se concentrar. Cada vez mais são os pequenos momentos que importam no dia a dia das pessoas e é nessas alturas que as expectativas dos consumidores são ainda mais elevadas:

  • no dia a dia;
  • no aniversário do melhor amigo;
  • no dia do nascimento de um filho;
  • nas férias que esperamos o ano inteiro;
  • no natal que reúne a família.

Comece por aí mesmo, por detetar os micro-momentos que vão ser o momento alto da sua empresa! Como? Pense no agora, como se pode antecipar e entrar na vida dos seus clientes! Aproximam-se micro-momentos importantes na vida dos portugueses que, sem querer (ou não), até já o referimos: o Natal, altura em que pensamos em:

  • preparar a consoada em família;
  • comprar uma nova árvore de natal porque a que temos está muito velha;
  • procurar o presente ideal para a “cara metade”;
  • reservar o restaurante para o jantar de natal com os amigos…

Então, que melhor altura para “atacar” que agora? Sim, o Natal é só em Dezembro, mas para a sua empresa é já, porque nesta altura as pesquisas de ideias, inspirações e até as próprias compras estão a começar cada vez mais cedo de ano para ano. E não é só isso que importa saber sobre os portugueses e o Natal. Outros dados podem ser importantes para a sua empresa e para investir nas suas campanhas de natal, como saber em que tipo de estabelecimentos os portugueses pensam comprar os presentes de Natal, com que antecedência e, se preferem fazer as suas compras nas lojas físicas ou online.

Descarregue aqui o infográfico para saber porque é que a sua empresa deve então investir em campanhas este Natal!

Olhando para toda esta realidade e mudança no comportamento dos consumidores, ainda lhe restam dúvidas? Potencie o seu negócio, entre nos micro-momentos dos seus potenciais clientes, esteja na palma das suas mãos quando e onde estes precisarem de si. Invista em campanhas de Google AdWords, para se destacar da concorrência. Mas, invista com anúncios bem estruturados, com a informação relevante e direta, que vá ao encontro daquilo que as pessoas procuram, com site links, destacando as suas ofertas, os descontos de natal, os presentes perfeitos. Vai ver que este ano o Pai Natal lhe vai trazer bastante retorno para o seu negócio!

Lembre-se, os clientes valorizam o tempo que conseguem poupar para conseguir algo. Mas será que a sua empresa consegue dar essa resposta rápida, com todas as exigências do seu negócio para esta quadra festiva? Não se preocupe, nós damos-lhe o tempo que você precisa para oferecer tempo aos seus potenciais clientes!

Ligues já grátis e saiba como!

Os 6 Principais Erros a Evitar em Google AdWords

Resumo de Erros a evitar na Gestão Google Adwords

No artigo anterior falámos do Erro #6 a evitar em Google AdWords, mas se perdeu, ou não teve tempo de ler em detalhe, aqui fica um artigo que resume os 6 Principais Erros a Evitar  na gestão de campanhas AdWords para quem é mais amigo da preguiça  ou tem uma agenda muita preenchida!

6 Principais Erros a Evitar

Erros principais a evitar em Campanhas Google Adwords

#1 – Escolha Incorrecta de Keywords

Saber escolher as palavras-chave apropriadas para o seu negócio é o primeiro passo para possibilitar uma maior retorno!  A escolha incorrecta de keywords pode levar à perda de potenciais clientes, por isso é importante focar-se em 3 factores principais:

  • Tipos de keyword a utilizar (broad, long tail, exact match ou keywords negativas)
  • Contextualizar: keywords relacionadas com o sector de actividade e interesses dos clientes
  • Ferramentas apropriadas: para conseguir uma boa análise recorra à ajuda do Keyword Planner

# 2 – Escolha Incorrecta de Targets

Se as suas campanhas estão direccionadas para o público-alvo incorrecto, demográfica ou geograficamente, o seu retorno vai ser inexistente.

Para a escolha correcta do Target deve-se focar nos seguintes factores:

  • Segmentação Geográfica – ajustando as regiões que realmente promovem mais tráfego e leads
  • Segmentação Demográfica – apenas em anúncios Display
  • Alcance dos anúncios – arranje um equilibrio entre a quantidade de pessoas a que chega e a relevância dos seus anúncios, para que consiga chegar a um público-alvo igualmente relevante

Para que melhor perceba o conceito relembramos: Para quê vender vestidos de noivas a homens ou fazer take-away do seu restaurante no Porto a quem está nas ilhas?

#3 – Não Categorização de Grupos de Anúncios

A organização é essencial para a medição correcta do desempenho dos seus anúncios, por isso, esquematizar e agrupar anúncios e respectivas keywords é uma forma de evitar que se perca no meio da confusão, pois muitas vezes existe uma grande quantidade de anúncios a acompanhar.

Foque-se em:

  • Agrupar os anúncios
  • Acompanhar e controlar os custos

# 4 – Baixo Quality Score

Nunca é demais repetir a seguinte premissa: Anúncios de Qualidade levam a Preços mais baixos e a melhores posições no Google!

Foque-se no Índice de Qualidade e nas Páginas de destino para obter melhor posicionamento dos seus anúncios:

  • Esteja atento à influência dos lances no posicionamento
  • Utilize extensões de anúncios e meça resultados
  • Escolha uma Landing page relacionada com a mensagem no anúncio

# 5 – Pouca Monitorização

Não deixe um bom trabalho de criação de campanhas cair por terra por falta de monitorização. Como mencionámos antes: Perder dinheiro e não ter resultados não pode ser uma opção!

Foque-se nos seguintes factores para manter  a boa gestão das suas campanhas:

  • Monitorização de lances – veja se a licitação escolhida realmente é a ideal ou se necessita de ajustes. Controle bem os seus custos
  • Avaliação de desempenho de anúncios e keywords – monitorize tudo! Desde os anúncios às keywords, não se esquecendo das extensões de anúncios e das conversões, se tiver a campanha definida para tal.

# 6 – Ignorar tráfego Mobile

Já ouviram dizer que ‘ O trabalho do menino é pouco, mas quem o perde é louco’? Pois é, com o Mobile passa-se o mesmo. O Tráfego vindo de dispositivos móveis já não está para ‘ignorâncias’, pois já representa uma boa fatia de tráfego, e melhor, de tráfego relevante, pois é tráfego local movido por interesses em tempo real.

Foque uma parte da sua monitorização em Tráfego Mobile, para verificar se está a receber retorno ou se pode estar a perder potenciais clientes neste tipo de dispositivo.

 

Evitando os Erros e mais Além!

A verdade é que,  quando os anúncios AdWords têm um valor comercial tão relevante,  não há resultado orgânico que substitua o tráfego gerado por estes anúncios.

Tanto é verdade que o próprio Google conduziu um estudo a comprovar que os resultados pagos, ou links patrocinados, ou Anúncios Google AdWords, na página de resultados do Google, representam 89% de tráfego incremental, sendo 50% nos anúncios de topo!

Se escolher as Páginas Amarelas como parceira, tanto vai conseguir evitar todos estes erros, como vai estar a juntar-se a um parceiro premium da Google Adwords e garantir:

  •  Posicionamento destacado
  • Qualidade de segmentação de público-alvo
  • Qualidade de segmentação geográfica
  • Maior Alcance
  • Aumento de Tráfego
  • Controlo de Budget

Que mais precisa agora para destacar o seu negócio no Google? Nada.

Apenas Ligar Gratuitamente para aderir agora a um Pacote AdWords à medida da sua empresa e do seu negócio!

Google AdWords: erros a evitar | Grupos de Anúncios

Erro #3 a evitar no Google AdWords – Não Categorização de Grupos de Anúncios

Antes de passarmos ao erro de hoje, não categorização de Grupos de Anúncios, vamos recapitular os erros anteriores para que não fique nada esquecido na sua checklist de erros a evitar na gestão da sua campanha AdWords:

É importante não perder o fio a esta meada de erros, isto porque se quer ter a certeza que concretiza com sucesso todos os passos na gestão de campanhas, deve ter em conta todos estes erros, para que os anúncios do seu negócio sejam criados correctamente e para que a publicidade online que está a fazer nos motores de busca traga retorno à sua empresa!

Não menos importante é este 3º Erro de que vamos falar hoje. E mais importante ainda é perceber como funcionam as categorias e grupos de anúncios no AdWords.

GoogleAdWords_erros-categorizaçãodegrupos

 

Como devo agrupar os anúncios  do meu negócio?

Não se perca num emaranhado de keywords! Esquematize e agrupe as suas palavras-chave e categorize os seus grupos. Isto é sobretudo útil para empresas que querem divulgar vários produtos ou serviços do seu negócio. Para obter um maior retorno do investimento, as palavras-chave da campanha devem estar directamente relacionadas com os anúncios. Agrupar  as keywords por grupos de anúncios é o ideal para obter um melhor desempenho.

Até existem empresas com sites que já têm determinadas categorias agrupadas, seja por marcas, serviços, produtos ou outro. Se a sua empresa já tem esta categorização, tem meio caminho andado!

Um exemplo bom é exactamente o directório online de pesquisa local das Páginas Amarelas:

  • Website agrupado por áreas de actividade como: Apartamentos, Hóteis, Cabeleireiros, etc
  • Grupos de Anúnicos possíveis:

 

Apartamentos Hóteis Cabeleireiros
Apartamentos Praia Hotéis com SPA Cortes de Cabelo
Alguer Apartamentos Hotéis de Luxo Escova Progressiva
Venda de Apartamentos Hotéis Serra da Estrela Manicure
Apartamentos Fim-de-Semana Resorts Tratamento de Cabelo
Apartamentos Algarve Hotéis Praia Pintar o cabelo

 

No caso do sua empresa deve pensar também num esquema ou drilldown do seu negócio e da sua conta AdWords, dividindo por categorias e até subcategorias se necessário , desde as campanhas até às keywords, para que depois consiga agrupar correctamente o conjunto de serviços, marcas ou produtos que quer anunciar.

Como controlo os custos nos grupos de anúncios?

Continua a funcionar por CPC, ou custo por clique, logo paga por clique. Pode definir preços para keywords individualmente, dentro de um grupo de anúncios, ou introduzir um lance predefinido com um CPC máximo por grupo de anúncio.

Facilite a gestão AdWords com um parceiro especializado

Parece complicado? É! Mas estamos cá para ‘descomplicar’. Podemos ajudar na categorização, não só dos seus anúncios, mas do seu negócio.

Como um dos maiores players de Marketing Digital em Portugal, as Páginas Amarelas têm soluções para toda a sua presença online, desde a construção do seu site à categorização dos seus grupos de anúncios e gestão da sua campanha Google AdWords. Isto porque pensamos na realidade das PME’s portuguesas e queremos garantir que a presença online do seu negócio não passe despercebida. Tanto o fazemos que somos parceiros Premium Google Adwords.

Não hesite em contactar-nos para mais informações sobre a nossa Solução AdWords .

Fique atento ao próximo artigo com mais um erro a evitar na gestão de campanhas Google AdWords: Erro #4 – Baixo Quality Score.

Google Adwords: erros a evitar | Escolha de Público-Alvo

Erro a evitar #2 – Escolha Incorrecta do Público Alvo 

GoogleAdWords_erro2_público-alvo

O primeiro erro a evitar que falámos no último artigo sobre a escolha de keywords incorrectas já está na sua checklist?

Pois bem, então passemos ao segundo passo, também ele de extrema importância, na criação de campanhas no Google AdWords: a segmentação do Público-Alvo.

Mais uma vez neste artigo vamos explorar os ‘Do’s and Dont’s’ para que não dê nenhum passo em falso na hora de definir o seu target.

Segmentar e definir o alcance do seu anúncio AdWords

Segmentação Geográfica

Ajustar as localizações ajuda-o a perceber que regiões realmente promovem mais tráfego para os seus anúncios e a relacionar as áreas geográficas com determinado produto ou serviço local. Mas esta segmentação tem de ser feita correctamente, caso contrário pode correr o risco de ter o efeito oposto, ou seja, se limitar demasiado a sua segmentação geográfica, ou até mesmo especificações baseadas em dados incorrectos, pode estar a prejudicar o desempenho da sua campanha.

Segmentação Demográfica

Pode sempre definir as características demográficas do seu público-alvo se as geográficas não forem suficientes. Mas atenção: isto apenas é possível para os anúncios de Display. Ou seja, os anúncios de pesquisa que estamos a falar não abrangem esta possibilidade.
De qualquer modo nunca é demais perceber a segmentação demográfica, mas esta requer um conhecimento correcto do target do seu negócio.

Por exemplo: se for vender produtos de bebés pode pensar à partida que o target principal seriam as mamãs, mas a verdade é que se apenas escolher mulheres entre os 18-40 anos de idade, por exemplo, pode estar a deixar de parte um target qualificado: os avós, pais e amigos da mãe que possam querer comprar produtos de bebé para oferta.

Se tem um anúncio limitado geograficamente ou demograficamente deve ter tudo isto em conta na altura de escolher o seu público alvo e a sua localização geográfica. Até mesmo o idioma tem bastante relevância.

Para quê vender vestidos de noivas a homens, fazer take-away do seu restaurante no Porto a quem está nas ilhas ou ter anúncios em português para um público chinês?

Alcance dos seus anúncios

O seu target vai decidir todo o alcance dos anúncios da sua campanha adwords.
Não se preocupe em diminuir o seu alcance, desde que esteja a chegar a um público-alvo relevante que lhe vai trazer retorno, caso contrário, se não for realmente relevante, poderá estar a desperdicar cliques valiosos. Aliás, compreender o alcance dos anúncios é essencial, uma vez que este permite-lhe estabelecer uma comparação do tráfego gerado por utilizadores por área geográfica, e isso é importante para perceber disparidades e para verificar se segmentou as áreas correctamente.

Como garantir que estes erros não acontecem numa campanha AdWords?

Existem mais de 6,7 milhões de internautas em Portugal e a tendência é que este número aumente nos próximos anos. Com tanto por onde escolher, torna-se complicado para pequenas e médias empresas dedicarem-se ao mundo online de um modo focado e constante. Por isso a solução passa por encontrar um parceiro de confiança.

As Páginas Amarelas têm mais de 13.000 campanhas Google AdWords de clientes que sabem que conhecemos bem o negócio da publicidade online para PME’s.
Temos uma experiência de mais de 5 anos, a segmentar correctamente públicos-alvos para todo o tipo de negócio, visto que só no nosso directório online temos mais de 1200 áreas de actividade!

Para saber mais envie um email para pa@paginasamarelas.pt ou ligue gratuitamente para o nosso serviço a clientes!

 Não perca o próximo artigo com o  Erro a Evitar #3: Grupos não categorizados!

Fonte de estatísticas:
 Barómetro Netsonda 2013
 Páginas Amarelas

Google AdWords: erros a evitar | Escolha de keywords

O que vem depois da criação de uma Campanha AdWords

No artigo anterior falámos dos passos principais para criar e começar a gerir campanhas AdWords. Mas a questão vai mais além, pois as campanhas não se gerem sozinhas, e é preciso tempo e conhecimento para conseguir gerir uma campanha AdWords correctamente.
Agora que está a fazer publicidade no Google tem a seu lado centenas, ou milhares, de concorrentes, da sua área de actividade e da sua região, a fazer o mesmo e que podem ganhar mais visibilidade, tráfego ou leads para o seu site, se estiverem a gerir melhor as campanhas que a sua empresa.

Só em Maio o Google.pt teve mais de 780 milhões de visitas – Como se pode destacar?

Sobretudo no que diz respeito a negócios locais, os utilizadores pesquisam por termos, cada vez mais específicos, e por localizações concretas, principalmente através de dispositivos móveis, logo é importante ser encontrado nas pesquisas que os portugueses fazem, relacionadas com a área de negócio.

Visto que a gestão incorrecta de Google Ads pode facilmente resultar no seu fracasso , o ideal é conseguir um parceiro com experiência para gerir os seus anúncios, para que consiga uma elevada relevância e um bom controlo de budget, pois tentar anunciar no Google sem qualidade de gestão é o mesmo que tentar colocar um mecânico como chef de cozinha sem nunca ter pegado numa colher de pau!

De modo a evitar estes falhanços vamos, neste e nos próximos artigos, enumerar os principais erros que devem ser evitados na gestão de campanhas Google AdWordss.

Hoje começamos pela fase anterior à criação de campanhas e gestão operacional.
Esta primeira fase inicia-se com a pesquisa e escolha de palavras-chave, passo determinante para o sucesso da campanha, pois se não forem escolhidas correctamente, podem de imediato influenciar negativamente o retorno ao seu investimento.

Erro #1 a evitar: Escolha Incorrecta do Palavras-Chave

erro#1 - keywords google adwords

As keywords são palavras-chave escolhidas por si, que representam as expressões mais relacionadas com o seu negócio, serviço ou produto e que vão fazer com que o seu anúncio apareça mediante a pesquisa dessas mesmas palavras. No entanto, existem vários tipos de palavras-chave:

  • Broad keyword, ou palavra-chave ampla;
  • Keyword phrases ou long tail, que são basicamente expressões;
  • Keywords com exact match, ou seja, de correspondência exacta;
  • keywords negativas

As palavras-chave curtas e genéricas, com elevados volumes de pesquisa muitas vezes são um engodo! Apesar de serem muito pesquisadas, nem sempre são relevantes para a sua actividade.

Como mencionámos é importante não dispersar o focus da área dade negócio em que actua, pois pode estar a deixar passar ao lado potenciais clientes.

Se possui uma empresa que actua num ramo específico numa área geográfica limitada, o melhor que pode fazer é dar uso a long tail keywords e keywords negativas.
O truque é saber compreender estas diferenças conforme o tipo de negócio, objectivo e o público-alvo, pois saber dominar esta escolha apropriada de palavras-chave pode possibilitar um maior retorno de investimento.

Exemplo: Uma loja que apenas vende bicicletas usadas no Porto
Long-tail keywords a utilizar: ‘venda de bicicletas usadas’ e ‘bicicletas usadas porto’
Keywords negativas a utilizar: ‘novas’ e ‘aluguer’
keywords demasiado genéricas: ‘venda’, ‘bicicleta’

Experiência profissional em Pesquisa e análise de Palavras-chave

A verdade é que a pesquisa e análise de keywords, ou palavras-chave, e a sua escolha para um anúncio de determinada campanha do Google AdWords requer conhecimento e experiência.

Por mais que pareça simples lançar palavras chaves no Keyword Planner, ou Planeador de Palavras chave, o desempenho da sua campanha vai depender de outros factores estratégicos.

Os pontos acima referidos são apenas guias base de boas práticas, mas na realidade existem técnicas ainda mais avançadas e detalhes mais específicos na produção de uma listagem de palavras-chaves.

Porquê ocupar o tempo precioso que necessita para o seu negócio a tentar gerir campanhas?

Deixe esta tarefa para um parceiro Premium Google AdWords de confiança – As Páginas Amarelas!

Fique conosco para o próximo artigo, em que vamos falar do 2º Erro a Evitar em Google AdWords: Escolha Incorrecta do Público-alvo!